Podem chegar aos 24 milhões, o número de turistas que este ano visitam o nosso país. Até ao momento o crescimento é de 6% em relação ao ano passado. É essa a previsão de Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, que em entrevista ao Jornal Económico.

“Segundo os dados que temos até junho, em relação à atividade do turismo em Portugal continuamos a crescer, 7% em receitas e 6% em número de turistas, face ao período homólogo. Continuamos na senda do crescimento”, afirmou o presidente do Turismo de Portugal, que se disse confiante de que esse nível de crescimento se manterá até ao final do ano. “Tudo depende dos resultados de julho e de agosto, mas acredito que também são positivos nesse aspeto. Acho que estamos todos a trabalhar para isso”, disse.

Isso significa que, de acordo com as contas do Jornal Económico, Portugal deverá ultrapassar os 24 milhões de turistas no final de 2019. Os 22,8 milhões recebidos em 2018, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, colocaram o país em 17.º lugar do ranking de países com maior número de turistas em todo o mundo (dados da Organização Mundial de Turismo).

Luís Araújo explicou ainda que a procura pelos destinos portugueses está a crescer em todas as regiões com exceção da Madeira e que há vários mercados novos a procurarem Portugal, como os EUA, o Canadá ou o Brasil. “Mas também de mercados que antes nem sequer ponderavam Portugal como destino turístico de referência. Sentimos um grande fluxo de mercados asiáticos, muito em resultado da operação da Emirates, que já tem dois voos diários para Lisboa e um para o Porto”, explicou.

“Estamos a falar da Malásia, de Hong Kong ou do Vietname, onde existe uma significativa comunidade católica, que tem interesse em visitar Fátima. Mas também da China, apesar de ter terminado a ligação aérea direta com a China, que agora vai ser retomada”, explicou, acrescentando que o Alentejo é uma das regiões preferidas pelos turistas chineses.

Dentro do mercado europeu, Luís Araújo garantiu que os britânicos continuam a procurar o nosso país: “Também o Reino Unido, apesar do Brexit, continua a crescer”, afirmou o diretor do Turismo de Portugal.

Escreva um comentário

FALA CONNOSCO
close slider