Conhecida por uma lenda que conta a história de um amor proibido entre um jovem lavrador e uma fidalga de sangue azul, a Ilha dos Amores encontra-se escondida no concelho de Castelo de Paiva.

Com os encontros controlados pelo pai autoritário da jovem fidalga, a mesma foi pedida em casamento por um nobre. O lavrador ficou de coração partido ao saber que podia perder o amor da sua vida. Assim que avistou o noivo da sua amada a passear à beira do rio Douro, matou-o atirando-o ao rio. Com medo de ser descoberto, acabou por se esconder pequena ilha.

De acordo com a Câmara Municipal de Castelo de Paiva, a Ilha dos Amores foi um local de culto no período medieval. “Podemos observar na ilha as ruínas desta ermida. Teria sido construída no século XV e viu novamente a luz do dia, depois das escavações arqueológicas levadas a cabo em 1998, e que puseram a descoberto as suas ruínas”.

Com 29 metros de altitude e 140 metros quadrados, a ilha é um destino para muitos jovens que praticam desportos náuticos ou que gostam de acampar durante as férias.

Para conseguir chegar até à Ilha dos Amores é preciso alugar um barco ou uma canoa e seguir a partir da Praia do Castelo.

 

Notícia e Foto: Litoral Magazine

Escreva um comentário

FALA CONNOSCO
close slider